Search your favorite song for free

1. 06 - Belial

06 - Belial

nothing at of , which is



3. 07 - Suicide

07 - Suicide

nothing at of , which is


4. 05 - Rex Infernus

05 - Rex Infernus

nothing at of , which is



6. Programa Apocalipse - Acto 5 - Capitulo 42 - 2016

Programa Apocalipse - Acto 5 - Capitulo 42 - 2016

Programa Apocalipse - Acto 5 - Capitulo 42 - Especial Deathkult Warfest II.

nothing at of , which is



8. Programa Apocalipse 41 - Acto 5

Programa Apocalipse 41 - Acto 5

Saudações. Irmãos do Metal Negro. Aqui quem escreve é Bjunior e Christian Slaughter da WRCM - Web Rádio Cabeça Metal e venho por meio deste lhe apresentar o programa Apocalipse, este que chega a seu 41 capitulo abrindo o Acto 5. Primeiro programa da quinta temporada em um programa especial onde mais uma vez as portas do inferno se abrirão com o melhor do Metal Negro nacional. Neste capitulo teremos: 01 - Imperador Belial (RJ) - Erzsébet Báthory 02 - Into the Cave (RJ) - Coffin Joe 03 - Arbach (GO) - Steel and the Stone (The Book of Satan) 04 - Ocultan (SP) - Reino Da Morte 05 - Bode Preto (PI) - Dark Obsession 06 - Justabeli (SP) - Soldiers of Satan 07 - Desdominus (SP) - Sacred Scrolls of Holy Lies 08 - Swords At Hymns (RS) - Last Shine in My Eyes Tema de abertura: Hellraiser BR (BA) Fundo: Diversos O programa é aberto a opiniões e também aberto as hordas que queiram participar do Apocalipse, enviando seu som através de nossos contatos ou até mesmo pedindo algum som de seu gosto.

nothing at of , which is



10. Não me mate, Zumbi

Não me mate, Zumbi

Primeiro EP da banda Cepacaína. Recording fomation: Mauro Ramos (vocal), Régis Andrade (bass and back vocal), Roberto Borges (lead and rhythm guitar) and Clovis Junior (guide drums for virtual). Additional rhythm guitar and keyboard by Marcelo Rossas. Additional Bass by Allan Daniel. Saxophone in "Minha Coleção Pornô" by Sofia Benedicto. Lyrics and melody by Mauro Ramos. Co-Produced by Allan Daniel. Produced by Marcelo Rossas.

nothing at of , which is


11. Professora, oh yeah!

Professora, oh yeah!

Primeiro EP da banda Cepacaína. Recording fomation: Mauro Ramos (vocal), Régis Andrade (bass and back vocal), Roberto Borges (lead and rhythm guitar) and Clovis Junior (guide drums for virtual). Additional rhythm guitar and keyboard by Marcelo Rossas. Additional Bass by Allan Daniel. Saxophone in "Minha Coleção Pornô" by Sofia Benedicto. Lyrics and melody by Mauro Ramos. Co-Produced by Allan Daniel. Produced by Marcelo Rossas.

nothing at of , which is


12. Minha Coleção Pornô

Minha Coleção Pornô

Primeiro EP da banda Cepacaína. Recording fomation: Mauro Ramos (vocal), Régis Andrade (bass and back vocal), Roberto Borges (lead and rhythm guitar) and Clovis Junior (guide drums for virtual). Additional rhythm guitar and keyboard by Marcelo Rossas. Additional Bass by Allan Daniel. Saxophone in "Minha Coleção Pornô" by Sofia Benedicto. Lyrics and melody by Mauro Ramos. Co-Produced by Allan Daniel. Produced by Marcelo Rossas.

nothing at of , which is


13. Professora

Professora

"Professora" é um samba de Benedicto Lacerda e Jorge Faraj, gravado originalmente por Silvio Caldas e o Regional de Benedicto Lacerda em 1938. Aqui apresentamos um registro de 2013, com Roberto Seresteiro e o acompanhamento luxuoso do Regional Imperial (João Camarero - violão de 7 cordas, Junior Pita - violão, Lucas Arantes - cavaquinho e Rafael Toledo - pandeiro), com a participação do magnífico flautista Antonio Rocha. O arranjo é de João Camarero. A letra, escrita por Jorge Faraj, narra um encontro inusitado entre um boêmio que volta da noitada e uma professora que está indo dar aulas no colégio primário. Uma paixão inusitada e inesperada, contada em belos versos. Faixa do disco "Cordiais Saudações", de 2014.

nothing at of , which is


14. Após negar pedidos de SP e RJ, Moro compartilha provas a pedido da Lava Jato

Após negar pedidos de SP e RJ, Moro compartilha provas a pedido da Lava Jato

Após negar pedidos de SP e RJ, Moro compartilha provas a pedido da Lava Jato Jornal GGN - O juiz federal Sergio Moro decidiu compartilhar com o Ministério Público de São Paulo informações coletadas em investigações contra o empresário Adir Assad, alvo de inquéritos sob a acusação de lavar dinheiro de esquemas de corrupção envolvendo obras de mobilidade e infraestrutura no estado governado por Geraldo Alckmin (PSDB).Moro aceitou a transmissão de dados a pedido de procuradores do Ministério Público Federal no Paraná, após a Lava Jato descobrir que a concessionária SPMAR (administradora dos trechos Sul e Leste do Rodoanel) e a Usina São Fernando Açúcar e Álcool - ambas envolvidas com o Grupo Bertin - pagaram R$ 6,2 milhões à Legend Engenheiros Associados, uma das várias empresas de fachada de Assad.Em seu despacho, Moro diz que os dados da Lava Jato podem ajudar a instruir um inquérito civil na 8ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público, que apura irregularidades nas obras em São Paulo.Moro usou como justificativa decisão do ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal Cezar Peluso, que admitiu que dados coletados na Operação Hurricane fossem transmitidos ao Conselho Nacional de Justiça para instauração de processos disciplinares contra magistrados acusados de venda de sentenças.Quando o pedido de compartilhamento de dados provém de procuradores de outros estados que não atuam na Lava Jato, porém, Moro vem negando o acesso às informações.Em junho de 2016, o promotor Marcelo Milani, da Promotoria do Patrimônio Público e Social do Ministério Público de São Paulo, pediu informações acerca de um documento apreendido pela Lava Jato na chamada Operação Acarajé, que estava em posse do então executivo Benedicto Barbosa da Silva Júnior, o BJ, e citava possível pagamento de propina em obra da rodovia Mogi-Dutra.BJ, hoje, tem preenchido páginas de jornais com denúncias envolvendo pagamento de caixa dois eleitoral ao PSDB a pedido de Aécio Neves.O documento de interesse do procurador paulista apontava cartel e fraude em licitação sob a gestão Alckmin, envolvendo as obras da rodovia Mogi-Dutra, iniciada em 2002. Read More: http://www.comentarismo.com/news/jornalggn-apos-negar-pedidos-de-sp-e-rj-moro-compartilha-provas-a-pedido-da-lava-jato-

nothing at of , which is


15. Após negar pedidos de SP e RJ, Moro compartilha provas a pedido da Lava Jato

Após negar pedidos de SP e RJ, Moro compartilha provas a pedido da Lava Jato

Após negar pedidos de SP e RJ, Moro compartilha provas a pedido da Lava Jato Jornal GGN - O juiz federal Sergio Moro decidiu compartilhar com o Ministério Público de São Paulo informações coletadas em investigações contra o empresário Adir Assad, alvo de inquéritos sob a acusação de lavar dinheiro de esquemas de corrupção envolvendo obras de mobilidade e infraestrutura no estado governado por Geraldo Alckmin (PSDB).Moro aceitou a transmissão de dados a pedido de procuradores do Ministério Público Federal no Paraná, após a Lava Jato descobrir que a concessionária SPMAR (administradora dos trechos Sul e Leste do Rodoanel) e a Usina São Fernando Açúcar e Álcool - ambas envolvidas com o Grupo Bertin - pagaram R$ 6,2 milhões à Legend Engenheiros Associados, uma das várias empresas de fachada de Assad.Em seu despacho, Moro diz que os dados da Lava Jato podem ajudar a instruir um inquérito civil na 8ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público, que apura irregularidades nas obras em São Paulo.Moro usou como justificativa decisão do ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal Cezar Peluso, que admitiu que dados coletados na Operação Hurricane fossem transmitidos ao Conselho Nacional de Justiça para instauração de processos disciplinares contra magistrados acusados de venda de sentenças.Quando o pedido de compartilhamento de dados provém de procuradores de outros estados que não atuam na Lava Jato, porém, Moro vem negando o acesso às informações.Em junho de 2016, o promotor Marcelo Milani, da Promotoria do Patrimônio Público e Social do Ministério Público de São Paulo, pediu informações acerca de um documento apreendido pela Lava Jato na chamada Operação Acarajé, que estava em posse do então executivo Benedicto Barbosa da Silva Júnior, o BJ, e citava possível pagamento de propina em obra da rodovia Mogi-Dutra.BJ, hoje, tem preenchido páginas de jornais com denúncias envolvendo pagamento de caixa dois eleitoral ao PSDB a pedido de Aécio Neves.O documento de interesse do procurador paulista apontava cartel e fraude em licitação sob a gestão Alckmin, envolvendo as obras da rodovia Mogi-Dutra, iniciada em 2002. Read More: http://www.comentarismo.com/news/jornalggn-apos-negar-pedidos-de-sp-e-rj-moro-compartilha-provas-a-pedido-da-lava-jato-

nothing at of , which is



17. Aécio sobre conta nos EUA: “Uma afirmação falsa, irresponsável, criminosa, porque isso não existe.”

  • Published: 2017-04-01T18:54:27Z
  • By PSDB45
Aécio sobre conta nos EUA: “Uma afirmação falsa, irresponsável, criminosa, porque isso não existe.”

Em entrevista coletiva, neste sábado, o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, disse que é falsa e irresponsável a acusação de que existe uma conta em banco de Nova Iorque para recebimento de recursos ilícitos. Aécio demonstrou sua indignação com a acusação publicada por uma revista e desafiou a apresentação de provas sobre a suposta conta, que teria sido mencionada em delação do ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Junior.

nothing at of , which is


18. Amor Doentio

Amor Doentio

Primeiro EP da banda Cepacaína. Recording fomation: Mauro Ramos (vocal), Régis Andrade (bass and back vocal), Roberto Borges (lead and rhythm guitar) and Clovis Junior (guide drums for virtual). Additional rhythm guitar and keyboard by Marcelo Rossas. Additional Bass by Allan Daniel. Saxophone in "Minha Coleção Pornô" by Sofia Benedicto. Lyrics and melody by Mauro Ramos. Co-Produced by Allan Daniel. Produced by Marcelo Rossas.

nothing at of , which is