Search your favorite song for free

1. Yenaê

Yenaê

nothing at of , which is


2. No Alto da Montanha

No Alto da Montanha

nothing at of , which is


3. Besouro

Besouro

nothing at of , which is


4. Fuligem, Concreto e Aço

Fuligem, Concreto e Aço

nothing at of , which is


5. Boi de Piranha

Boi de Piranha

nothing at of , which is


6. Murucana

Murucana

nothing at of , which is


7. 1,2.3,4,5,6

1,2.3,4,5,6

nothing at of , which is


8. Mantra - ft. Nego True (vocals)

  • Published: 2016-04-25T21:26:13Z
  • By JOE
Mantra - ft. Nego True (vocals)

Feels rn.

nothing at of , which is


9. Mantra (Dudu de Morro Agudo, Léo Da XIII e Marcão Baixada)

Mantra (Dudu de Morro Agudo, Léo Da XIII e Marcão Baixada)

DMA É o mantra neguin!!! Olho no olho, várias cartas na mesa / confiança zero e muitas incertezas Papo de franqueza, mas é sem fraqueza / o inimigo sempre vem em pele de princesa Sou mais um, o nego é comum / mas não amarela na frente traidor Se quer dor tem dor, é preto sofredor / que veio de baixo tá mas com olho no topo Fechado com os loco / se tem dez tem pouco / É o bonde dos trezentos gritando até ficar rouco Repetindo várias vezes tipo um mantra / Eu quero tua cabeça porque tu é pilantra É o mantra, é o mantra / eu quero tua cabeça porque tu é pilantra Na tua testa vou deixar minha rúbrica / e depois eu te penduro numa praça pública É o mantra, é o mantra / eu quero tua cabeça porque tu é pilantra Na tua testa vou deixar minha rúbrica / e depois eu te penduro numa praça pública LÉO DA XIII Decepcionou / Rachou igual uma fruta As vezes ate me enganou / Acreditei no filho da puta Quem tá de fora / Ver a traição não muta o truta Conflito de intenção / Infiltrado da minha gruta Peço opção / Ou capo ou deixo escapar Desrespeito, feito, estufa o peito / Falar de mim por lá Cada um com seus defeito / E vários varias versões Cheiro de éter na rima / Na silaba conectar Eu quebro seu maxilar / E o pulmão a apavora pivõ Eu sou fruto de uma era onde a dor / é bom pra curar Não adianta se explicar / Que já me deram a planta Eu quero tua cabeça a prêmio / Por que tu é pilantra É o mantra, é o mantra / eu quero tua cabeça porque tu é pilantra Na tua testa vou deixar minha rúbrica / e depois eu te penduro numa praça pública É o mantra, é o mantra / eu quero tua cabeça porque tu é pilantra Na tua testa vou deixar minha rúbrica / e depois eu te penduro numa praça pública MARCÃO BAIXADA Eles acham que eu sou fraco, eu confio no meu taco. / Faço gol quando ataco, pataco, pela-saco Chegou sua vez, sua insensata estupidez, / Talvez você não tenha nem pensado no que fez Vai ser um Deus-Nos-Acuda, não adianta folha de arruda. / Não é sábado de aleluia, mas eu vou malhar o Judas Safado, Traidor. Palhaço, enganador. / Quando eu causar sua dor, será mais um sofredor Você nunca fechou, a sua cara rachou. / Você nem é artista, mas acabo com o seu show Você arrumou um problema, disso tenha certeza. / Já tão até querendo, sua cabeça na bandeja É o mantra, é o mantra / eu quero tua cabeça porque tu é pilantra Na tua testa vou deixar minha rúbrica / e depois eu te penduro numa praça pública É o mantra, é o mantra / eu quero tua cabeça porque tu é pilantra Na tua testa vou deixar minha rúbrica / e depois eu te penduro numa praça pública É o mantra

nothing at of , which is


10. 02. MANTRA - MuzikoTerapija MC Mejma

02. MANTRA - MuzikoTerapija   MC Mejma

MC Mejma: Ovo je moja mantra, moja vječna vatra Moje misli koje ovaj jezik barata Od samog starta vrijednij od zlata Od samog starta zapaljiv poput baruta Audio traka nabijena rimama Karijera vam je klimava kilava Nisam killa, a kidam vas ko motorna pila Da se predstavim MejmZilla Zvijer reper koji svoju vrstu jede Cannibal Hannibal Lecter Zvijer reper koji nije peder A repere u mozak jebe Nemam omiljenog jer svi ste mi smeće Nemam spremljen diss imam crne vreće Imam muda u gaćama a ne u riječima Imam riječi koje su poput sječiva. Ref: Naučite se repat, nemoj te me jebat X4 Ja sam čvrst karakter rep karate Rep Walter rep brate Egoistični primat fura svoj inat A vi ste djeca koja ga vole primat U pakaš, jel shvataš? Nisi to ti ako sebe daš Nemoj pravit mi se arkadaš A iza leđa pričaš, pička ispadaš Vi niste hop, nego sataraš Ubojico spikom me smaraš Imaš gun jesi lud A smiješ li pucat, e za to treba ud Killer-i koji ubijaju dosadu Imaju zajebanu posadu Mutna posla su tu Kill-aju, dilaju, cinkaju, ups. Ref: Naučite se repat, nemoj te me jebat X4 Vaše mame vole mene Kažu što moj sin nije poput Mejme Što moj sin je degen Idiot, kreten, feget Znaš da je priče ne jebem Već mame vam bemJe Nisam još jedan reper koji džaba psuje Kuje mogu da vam i recitujem Živa enciklopedija repa A tebi kad nešto treba wikipediju gledaš Zajeban štaš imaš beat-ove old school Reper pravi u biti si trul Isprazne fraze prazne glave Hip hop hippie od loše trave Seru kad ispred mic-a ih stave Mic chek, mic chek budale. Ref: Naučite se repat, nemoj te me jebat X4 MC Mejma Beats Studio BrlOG Livno 2015

nothing at of , which is


11. 4 Elements #002 Mixed By Alexander Gomez - NewZetta Brasil

4 Elements #002 Mixed By Alexander Gomez - NewZetta Brasil

Hello to all I bring you this new session loaded with very powerful and forceful drums made exclusively for New Zetta from Brazil Olá a todos eu trago esta nova sessão completa de tambores muito poderosas e fortes feito exclusivamente para New Zetta Brasil Play List: 01. Dang3r & Claudinho Brasil - Na o Existe Amor Em SP (Kaique Ferreira Intro Edit Bruh) 02. Hiisak Djerem vs. Lady Gaga - John Wayne (Felipe Angel La Paz Mash) 03. David Guetta feat. Zara Larsson - This One's For You (House of Labs Drums Remix) 04.Alexander Gomez & Horus Chavez ft. Mike Dreams (Original Mix) 05. Dennis Feat. Mc Nandinho e Mc Nego Bam - Malandramente ( Alexander Gomez Tribe Remix) 06. Esta Noche (Original Mix) - Mishel Risk ft Chela Rivas 07. Alex Guesta - KISS (Tribal Remake) 08. Martin Garrix, Florian Picasso - Make Up Your Mind 09. Mi Gente (Mishel Risk Remix)- J Balvin ft Willy Willam(AlexanderGomez Edit) 10. Oye Suave - (Alejo Backer & Sergio Acosta Mashup) 11. Sergio Mendes - Mas que nada (Jay Flores Remix) 12. Dark Beat vs Mantra vs Tales Of Arabia vs Star 69 (Alex Guesta Tribal Bootleg) 13.SGX vs Velza & Loudness - Zamazu ( Original Mix ) OUT NOW ! 14. Sloux - Fluteman

nothing at of , which is


12. 05 Un Sogno All'incontrario (dove Tu Mi Dici NO)

05 Un Sogno All'incontrario (dove Tu Mi Dici NO)

Scritta da: Sebastian Procaccini Prodotta da: Dj Parassit contiene un sample vocale estratto dal film "Snowpiercer" di Joon Ho Bong. Un sogno all’incontrario - dove tu mi dici no Non lo faccio molto spesso, Dio dice che non si può Quando mi succede lo segrego, lo annego Se mi chiedi cosa sogno io sto zitto oppure nego Viviamo in tempi duri per chi pensa in modo strano È una monarchia del Sì dove ogni no muore soldato Per vivere - basta soltanto avere discrezione Perciò Taci, il nemico ti ascolta: Sogna con attenzione Malgrado i terapeuti ne neghino l’esistenza La normalità succede, a patto che tu abbia pazienza Abbandona la ricerca proustiana del tempo perso E schifa la mucciniana, ché la felicità è uno scherzo Quello che conta davvero è l’assenza di alti e bassi più sexy del silenzio? Trovi solo barba e baffi! Ricorda, prendimi come esempio di uomo sbagliato, Che sogno di dormire anche se già da un po’ sono sdraiato Un sogno all’incontrario dove tu mi dici no Mi fa pensare al sesso nel senso che non lo so Quando ci succede è uno sfacelo, uno zero è più allegro un cimitero del letto dove mi svelo nuda fai paura come un diktat europeo, ma vestita mi spaventi più del ballo del liceo crei tensione, mi uccidi a colpi di frustrazione nei miei sogni mi fai ciao dalla cella di una prigione film bianco o buco nero, non fa alcuna differenza per me che sogno che ti voglio ma poi inverto la mia tendenza Un sogno all’incontrario dove tu mi dici no Se te lo raccontassi chissà se ameresti lo show Io non credo, fidati è meglio tenerlo segreto, tu non ti chiami Julia ma puoi sempre essere un veleno, sogno un ceto medio quieto quasi quanto il cielo ma mi tremano le mani disinnescando un reggiseno e che ci posso fare se mi assale un senso di ansia io con te tu con me, viene sempre mal di pancia chissà se esistono cure, a parte medicine (nocive per l’organismo e dubbie doti curative) servono rimedi ma di efficacia garantita o forse solo ricordare la posizione prestabilita Nel mio sogno all’incontrario dove tu mi dici no Siamo in pieno iperuranio non sento una voce off Niente mantra, nella testa c’è più calma che in grecia dentro una banca È un silenzio sensuale come la Francia Sto bene, spero solamente non ci siano TOTEM! Sopravvaluti il reale che non ha nessuna dote Un sogno all’incontrario dove tu mi dici no È una forma di difesa da forme di “cambierò”

nothing at of , which is


13. Brunin Rootz - Integrando No Som (completo)

Brunin Rootz - Integrando No Som (completo)

Letra : integrando no som pega a visão de coração sente a sensação assusta caminhando pra evolução de sapato guardando só o vaco tive a noção que guarda roupa e televisão e arte pra conspiração respira cicatrizes pega sua chave na mão que agora eu me deparo peito de vidro e o ciclo vivido eu me viro deixou o aroma na goma sem sombra de 4 boa agora e a hora eu engreno escrevo no caderno os debito com a mente que trinca os dente to dos lado caipira amarelo de chinelo no asfalto eterno que nem um raio Sumo no escuro no claro antecipado descolo no mute se escute que ta atrasado to tipo um mico leao dourado ao lado mesclado padrinhos mágicos clarao neblina granpai na mente mais flash antes tu brilha contradição dicção refinada revendo o passado voltando do começo recomeça a era e nova mas não reclame da moda passageira besteira leitura silabatica nos mantra mudra rito compacto naturalidade e querer papo vai papo vem distorção funcional aparente ligado até o pescoço cenas que se repetem inédito pra quem so ve o reto no teto se encontra disperto a saída e a entrada desconfigura a visão ta borrada de tinta brilho ocultado encurto o espaço de tempo se foi no alento se vendo se de solvendo preocupação relax tat a tat conexão cardiacal mil volts intenço controlado pelas notas musicais a vida e som batida e rima no word adidas na pe prata cinza preto toca verde no quadro no quarto jesus ave maria te guia sorria utopia na cama fria quem diria quem são os personagem dessa trama me engana pra ganha so se for pra sonha pesadelo se ve no espelho assusta ignora nossa senhora hora do horror arrepia os cabelo não se paga viajar na atmosfera abstrata formigas ratos no estreito vao chega paga pra ve sem se intrometer observo mas não nego voando bonbetas tocando não me engano e o plano ta errado descola o calmante não se espante indignado com estado podre e um bueiro eu me vejo centenciado condenado a manter um esquema de classes sociais distrito 135 bingo não to pra pingo lindo terra ar agua sol palito de dente na semente descrente que podia melhora chora pra ve sistema desaparece subo a escado da vida recuperação em andamento no cimento bala de mentos coca explode da um gole se isole a bula é o buiu dipirona no peito seguindo improviço no curtiço na lata chata complicada minhas rima pique mofada na escada príncipe da persia sem novela filme do poter misturado com a matrix to em hd sem tv vive por aqui

nothing at of , which is


14. Caos do Suburbio (Beat. QAP) - Canibais do novo tempo - Caos do Suburbio

Caos do Suburbio (Beat. QAP) - Canibais do novo tempo - Caos do Suburbio

Refrão: Eh do subúrbio, se é do subúrbio Eh do subúrbio... Caos do subúrbio. O caos é a erva daninha vários problema uma meta O ultraje pro conluio nós foge pela reta da a seta Cada rima centenas de vidas embutidas na orgia do beat tenso Não somos consenso é o caos da paz o tormento De nigga pra nigga atacamos varias feridas Gol sem bola nós joga no planeta favela Neguin assim zulu cabeça fermentada Rás adaga que os ocioso dilacera e lasca Us fantasma ah ah ah e nego falso da fuga Roots é a cúpula doente é quem não pula Senhoras e senhores sejam bem vindos Ao parlamento Caos do Subúrbio, os bicho destemido Cada rima um Bigger que fala na base forjada na dor Mutantes crioulos no prelo é o caos na sessão de terror Pondo o ponto batido no rap feito refrão cantado O que estoura alto o falante a arte é dos desabrigados Grava ai na fita é a zica eminente ao coro da reação A previsão de extinção dos loucos faio na missão Nois ecoa tambor de criola rebenta cativeiro entoa Guerra corpórea a sonho de Barbie contra a maré nós rema a canoa Desde o embrião revolução, filho nativo da degradação Rebela descamba o caminho no chão resgata axé na canção Vem do inferno branco os Musa Gedais de lupa Gegê, LuizPreto, Rás, Eliabe vai se puder segura Du suburbio o caos nossa fortaleza sem meio termo Anomalias fora da ilha correndo do cortejo Pois becos podres são labirintos infectos Se estamos certos sobrevivem os que passam reto Pique, quem tem num espera as pedras la du morro No miolo as misturas dão o formato do bolo sem rosto Aflora as lotus se quem é grande e divino permite o crime Da fuga da lama sem arrogância no limite Ahaha sorria bagulho é doido memo sem fé Pa maria pa zé é o que é ta na versão da ralé Tic tic tic tá ahaha aha aha O tempo passa e nois vai tá sempre aká pa incomodar Situa a cultura que é pretafricana, a lua cultua lendas urbanas Contemporânea, como congadas que quebram as trancas Pra todo chicote do malfeitor, pra toda conversa que alienou Foi magnífico, como CAOS derrotou Metamorfose, versos e estrofes, Colt´s e Glock´s, não! Do submundo, oriundos, somos rimas e vozes Chame seus algozes e sua klu klux klan Que o rap aqui é talismã e tem força de Xamã Vem dos Griot´s, dos pajés, tem o axé de Olorun Espanta a zica e sela o corpo , tipo culto Vodú Huh! Huh! os atuais trovadores do grito forte que emana 4 infratores, transformaram o rap em mantra. (refrão) ---------------------------- Beat: QAP . Envolvido por uma trilha tensa, a musica se constroe de forma intensa e envolvente, descrevendo a cólera das quebradas, a ira dos guetos, e todas as angustias que constroem e geram o Caos no Subúrbio. Faixa integrante do CD - CANIBAIS DO NOVO TEMPO (lançado em julho/2011)

nothing at of , which is


15. Guerra So Vem Pra Quem Procura (prod. Dj Joh 189)

Guerra So Vem Pra Quem Procura (prod. Dj Joh 189)

Não entenda errado É Ogum quem vem armado Se bater na minha face Eu não mostro o outro lado O rap é pesado No estilo tonelada Vacilão sempre é cobrado Bem no fio da espada Sem essa de coitado Vagabundo eu sou malvado Se ficar na minha frente Veado vai ser pisado Se fica de fuxico Tu não cola do meu lado Mentiroso e talarico Tem fim triste igual a fado Escuta aqui, chegado Fim já tá anunciado Abre a boca e fala bosta Era melhor ficar calado Tu não sabe o quão árduo É segurar meu fardo Meu coração é de leão Igualzinho o rei Ricardo Rap é só petardo Bem na cara do bastardo Eu sou um leão Mas sou rápido igual guepardo Chinês igual a muralha Eu afio a navalha Vagabundo que atrapalha Queima veloz igual a palha Rap que estraçalha Nego mole tipo malha Se fica falando merda Exu gargalha e cobra a falha A cobrança vem com juro Filho da puta tá em apuro O lugar do x9 é na vala E não seguro O jogo só é duro Pra nego que deixa furo Vacilo eu não aturo Só te amasso e te trituro Ogum pronto para guerra Meu rap que te ferra Quando o pilantra erra Vem a rima e logo enterra Vem pro street fight Que eu tô pronto pro combate No Tiger uppercut No melhor estilo Sagat Quando a rima bate Vagabundo, é só pedrada É tipo Yassar Arafat Esse é o RAP intifada Azedo igual limão Eu não quero empate Mas na hora do debate Sou leão igual ao mate Também morre quem atira Mas só os ruim de mira Minha mira tá travada Bem na cara do traíra Cheio de ideia vampira Da boca só saí mentira Tu anda para trás Como se fosse o curupira Conspira mais que respira Tua ideia nunca vira Só atiça a minha ira Pra cara do qualira Depois pede desculpinha Mas te nunca adianta Melhor tu andar na linha Geral colhe o que planta Atravessado na garganta Ninguém gosta de pilantra Fica repetindo bosta Como se fosse um mantra Agora vagabundo logo segura Ogum tá preparado e vestiu a armadura Amolou a espada, cavou sua sepultura Guerra só vem pra quem a procura Começou a tortura Bem na rua da amargura Fez merda agora atura Guerra vem pra quem procura E quem procura acha Veado toma bolacha A cara racha e se esborracha E RAP é quem despacha Malandro fica suave Que a situação é grave Tu é igualzinho uma galinha Não voa e se diz ave Ficar de babaquice Vagabundo, tem um custo Flow robusto dá susto No pilantra que não é justo Porra, Cê é louco Rima vem que nem soco Sou igual os Raimundos Eu quero é ver o oco Se tu fica vacilando O RAP vem e dá o troco Porque o pipoca corre Muitos antes do pipoco Agora vagabundo logo segura Ogum tá preparado e vestiu a armadura Amolou a espada, cavou sua sepultura Guerra só vem pra quem a procura

nothing at of , which is